Coroa no Dente: Para que serve e como pagar menos?

Coroa no Dente: Para que serve e como pagar menos?

Tanto as coroa no dente como as próteses fixas são praticamente cimentadas no dente, diferente das dentaduras e próteses removíveis…

São aquelas que podem ser tiradas e lavadas diariamente, bem famosas por ai.

A coroa é utilizada para cobrir inteiramente ou somente uma parte da coroa de um dente danificado.

Uma coroa também pode ser colocada sobre um implante, dando-lhe o formato e estrutura parecidos com a do dente natural, a fim de que este possa desempenhar suas funções.

Se você tem curiosidade de saber o que é uma coroa no dente, esta no lugar certo.

O que fazem as coroa de dente?

As coroas e próteses fixas por serem cimentadas nos dentes existentes ou em implantes só podem ser removidas pelo dentista.

As coroas de porcelana ou cerâmica podem combinar com a cor natural de seus dentes.

A porcelana vai sendo montada a uma estrutura metálica e é utilizada, por ser resistente e muito bonita.

Outros materiais bem e muito usados são:

  • o acrílico
  • o ouro e as ligas de metal, 
  • e a cerâmica.

Estas ligas metálicas são geralmente mais resistentes que a porcelana e podem ser recomendadas para os dentes posteriores.

Como que funcionam as coroa ou próteses fixas?

A prótese fixa, também conhecida como ponde, pode ser usada se você tiver perdido um ou mais dentes.

A coroa pode ser usada para:

  • Substituir uma grande restauração quando não restar muita estrutura do dente
  • Ligar uma prótese dentária
  • Cobrir implante dentário
  • Restaurar um dente que tenha sido fraturado
  • Cobrir um dente que tenha realizado o tratamento de canal.

Falhas deixadas por dentes ausentes podem fazer com que os dentes remanescentes girem ou se movam para os espaços vazios, resultando em uma mordida errada.

Elas preenchem o espaço onde não há dentes e podem ser cimentadas aos dentes naturais ou implantes próximos ao espaço vazio.

Estes dentes, chamados de pilares, servem de âncoras para as pontes. Um dente substituto denominado pôntico é soldado às coroas que revestem os pilares.

Assim como ocorre com as coroas, você poderá escolher o material utilizado para as pontes.

Seu dentista poderá ajudá-lo a decidir levando em consideração a localização do dente ausente (ou dentes ausentes), a sua função, os aspectos estéticos e o seu custo.

As próteses fixas de porcelana ou de cerâmica devem ter a mesma cor que a natural dos dentes.

Como são feitas as coroas no dente ou pontes?

Antes de se fazer uma coroa ou prótese fixa, deve ser reduzido o dente em seu tamanho para que a coroa encaixe direito.

Após a redução do dente, seu dentista fará um molde super exato para a confecção desta ponte.

Se a opção for por porcelana, seu dentista escolherá a cor exata da peça que combine com a cor dos demais dentes.

A partir deste molde, um laboratório de prótese dentária (protético) fará sua coroa ou ponte, no material especificado pelo seu dentista.

Uma coroa ou prótese provisória será colocada no local para cobrir o dente preparado, enquanto a coroa ou prótese fixa permanente está sendo feita.

Quando estiverem prontas as definitivas, a coroa ou prótese temporária são removidas para que a nova seja cimentada sobre o dente ou dentes já preparados.

Como pagar menos no tratamento que  precise de coroa no dente

Você pode optar por 2 alternativas, para pagar menos…

Pode ir a os consultórios populares ou aderir um plano odontológico.

Esta clinicas tem algumas conhecidas como a sorridentes.

Os planos odontológicos você pode optar por um individual ou empresa.

A odontoprev tem os 2 tipos, conheça logo abaixo:

Visite, também seu dentista regularmente, para exames e limpezas profissionais.

Para prevenir o dano em sua nova coroa ou prótese fixa, evite morder alimentos duros, gelo ou outros objetos duros.

Dor de dente, como resolver este problema chato para nossas vidas!

Dor de dente, como resolver este problema chato para nossas vidas!

Quem na realidade nunca sentiu aquela dor de dente chata pelo menos uma vez na vida?

A dor não deve ser deixada para trás, ela indica que é hora de procurar um dentista.

A experiência é extremamente incomoda e geralmente acontece se algo não vai bem em nosso organismo.

Algumas dores são intensas, outras mais leves. Ou seja tudo vai depender…

Varias coisas podem originar a dor, e no final você pode ate ter que fazer algum tratamento intenso, como tratar o canal, extrair um dente, como outros…

Mas mesmo as consideradas mais toleráveis podem e devem ser levadas a sério!

Por isso, fique aqui na folk e saúde e aprenda como resolver isso…

Dor de dente: De onde vem?

A dor de dente pode iniciar-se de forma leve e, de maneira crescente, saltar para algo agudo e extremamente desconfortável.

Quase sempre, essa dor vem de lesões causadas pela:

  • cárie
  • doenças periodontais
  • retração gengival
  • hipersensibilidade
  • traumatismo dentário
  • ou o envelhecimento rápido e precoce do dente.

Como a dor começa?

O problema vem à tona quando algum trauma se aproxima da polpa dentária, tecido que se encontra na parte mais interna do dente.

Essa região, composta de nervos e vasos sanguíneos, é muito sensível. Qualquer alteração ali pode gerar um extremo incômodo.

A lesão por cárie, quando profunda, causa dor e a chamada sensibilidade dentária, em especial na mastigação e na ingestão de alimentos.

Em casos extremos, ao atingir o nervo do dente, a lesão por cárie provoca uma dor intensa e ininterrupta.

Já a doença periodontal, inflamação na gengiva decorrente do acúmulo de placa bacteriana, também pode desatar desconforto, além de sintomas como sangramento na gengiva, pus visível, inchaço, mau hálito e gosto desagradável na boca.

Conhecidos como “dentes do siso”, os terceiros molares também causam dor quando estão na época de erupção. Esse incômodo está relacionado à inflamação local do dente, muitas vezes decorrente da falta de espaço.

Em muitos casos, a recomendação é a extração dos sisos, sujeita sempre à avaliação de um profissional.

Riscos e como acabar com a dor?

A dor de dente, se você não sabe,  pode trazer complicações diversas,mudando até a rotina de quem sofre com ela.

Passando por isso, muitas das pessoas que tem o quadro se sentem incapacitadas de tocar o dia a dia.

Além de mascarar o problema, o uso de um remédio ineficaz e com efeitos colaterais pode agravar o quadro.

Nessas horas, não é pouca gente que apela para uma saída que envolve grande risco, a automedicação.

No caso da nossa famosa cárie, o tratamento consiste em fazer algumas restaurações ou até mesmo o tratamento do canal.

Outra recomendação importante é, a despeito de sintomas, consultar regularmente com um dentista

Este profissional poderá dar orientações para você realizar a prevenção ou o tratamento.

Como ir ao dentista, se não posso pagar para tratar a dor de dente heim?

Sim, realmente dependendo da região, realizar um tratamento no dentista pode ser muito caro…

Em alguns lugares, você pode ir em alguma clinica popular ou contratar um plano odontológico simples, para baixar os custos.

Temos alguns clinicas que fazem este serviço do dentista barato, como a sorridentes.

Um plano odontológico com recomendamos o plano da odontoprev, pois é a melhor operadora do ramo no Brasil.

Assim, com estas 2 alternativas, você pode economizar bem no seu tratamento, sem duvida nenhuma!

Qualidade de vida começa com sua saúde bucal

Qualidade de vida começa com sua saúde bucal

A boca sem duvida alguma é uma das principais portas das doenças que pegamos por ai.

Por isso, cuidar da bastante da saúde bucal é fundamental.

Por ser a nossa saúde, a boca deve ser tratada rapidamente em qualquer sinal de doença.

São vários fatores necessários para que este equilíbrio seja atingido.

Saúde bucal não significa apenas a ausência de cáries ou gengivites, mas o equilíbrio que vai desde a manutenção de uma boca limpa à formação óssea correta.

A boca com os dentes tem um papel super importante na nossa qualidade de vida, sabia?

Além disso, o sorriso é a expressão facial que mais atrai as pessoas, e nele os dentes também desempenham um papel importante.

Tem um grande peso no aparato digestivo, bem como nos permitem saborear os alimentos e formar as palavras quando falamos, entre muitas outras funções.

Dicas Primordiais para ter uma Boca Saudável

Uma higienização correta acompanhada de uma alimentação saudável é a dupla ação que é extremamente benéfica à saúde bucal.

  • Passe o fio dental todo dia.
  • Use enxaguante bucal de 2 vezes por semana.
  • Troque a escova dental a cada 4 meses.
  • Escove os dentes sempre após as refeições.
  • Escove a língua, gengiva e a bochecha.
  • Use uma escova macia e adequada para a boca.
  • Controlar crescimento da placa bacteriana.
  • Faça uma limpeza a cada 6 meses no dentista
  • As cáries devem ser tratadas o quanto antes, já que são um dos grandes inimigos dos nossos dentes.

Você sabe que o dente não se regenera, por isso vamos prevenir para que as cáries os destruam e deixem estas chatas cicatrizes para o todo sempre.

Higiene Dental é importante

Para se ter um sorriso bonito e saudável, deve-se ter alguns hábitos adequados de higiene oral desde pequeno…

Através da escovação após cada refeição, e completando com a escovação da língua, assim como o uso todo dia do seu fio dental.

Dicas essenciais para Manter a Sua Boca super Saudável

A alimentação deve ser saudável, sem excesso de açúcares…

Uma alimentação equilibrada, é sempre boa e benéfica para a sua saúde geral.

Alimentação boa e a Saúde da Boca

No caso particular da saúde oral, uma alimentação sem excessos de açúcar é fundamental.

O principal é reduzir a freqüência de ingestão de alimentos açucarados.

  • Alimente-se de forma adequada, evitando o açúcar em excesso.
  • Ingira minerais como o cálcio para fortalecer os dentes.
  • Consuma grãos e alimentos ricos em fibras.
  • Consuma maçã, manga, gengibre, abacaxi e limão.
  • Estes alimentos ajudam a limpar os dentes. Inclua vitamina C na para evitar as doenças da gengiva.

Evite ingerir por sempre os alimentos gordurosos, molhos, vinhos, sucos artificiais, refrigerantes, doces, condimentos fortes e cigarro..

Estes alimentos podem provocar cáries e prejudicar o esmalte dos dentes.

Para terminar, cuidado com as infecções bucais!

Fique muito atenta às infecções bucais. Elas tiram sua qualidade de vida

Dentes cariados, com tártaro, bolsas ao redor dos dentes, inflamações na gengiva são sinais de que há focos de infecções na boca.

Se não forem tratados rapidamente esses micro-organismos podem entrar na corrente sanguínea..

Outros órgãos do corpo podem ser afetados, causando doenças cardíacas, cardiorrespiratórias, dificultando o controle da glicemia, entre outras doenças bastante séria…

Por isso fique atentoooo…